Qualidade das palavras e dos brinquedos: tem relação?

Brinquedos provocam desenvolvimento. Brinquedos promovem conversas. Qual a importância disso? Descubra os resultados de uma pesquisa da Academia Americana de Medicina Pediátrica.

Brinquedos provocam desenvolvimento.
Brinquedos promovem conversas.
Qual a importância disso?

Captura de Tela 2016-02-02 às 13.24.09Um estudo interessante  sobre a quantidade e a qualidade de expressões orais na interação de adultos com crianças de 10 a 16 meses, nas brincadeiras com brinquedos eletrônicos, brinquedos tradicionais e livros, foi publicado pelo JAMA Pediatrics, o Jornal da Associação Médica Americana.

A pesquisa levantou o número de palavras verbalizadas por 26 pais e suas 26 crianças, durante 15 minutos de brincadeiras com brinquedos eletrônicos, brinquedos tradicionais e livros.

Criança e adulto com livroOs resultados apurados servem para endossar aquilo que já se vem falando há alguns anos: crianças e adultos conversam mais e com um vocabulário mais qualificado quando utilizam livros na brincadeira. Os brinquedos tradicionais também provocam uma “boa conversa”, porém com um número menor de palavras complexas. Quando os bebês brincaram com os brinquedos eletrônicos pouco se ouviu das crianças e dos adultos.

O artigo científico aponta a importância de um ambiente rico em linguagem oral para garantir o sucesso na alfabetização e da vida escolar da criança. Os resultados dessa pesquisa devem fundamentar a escolha cuidadosa dos objetos e brinquedos utilizados por professores com suas turmas e garantir momentos frequentes de leitura de livros, seja por meio da contação e narração de histórias, seja pelo contato direto da criança com uma variedade de livros qualificados e adequados às faixas etárias.

BRINQUEDOS TRADICIONAIS

bebê com livroÉ importante saber que o desenvolvimento da linguagem amplia o pensar da criança, que está constantemente incluindo em seu repertório novos significados. Assim, os pequenos vão convivendo com este mundo e é com esses recursos que vão pensando, brincando, se comunicando, realizando suas experiências e aprendizagens.

O artigo científico completo, realizado pela Dra. Anna V. Sosa, está em inglês, foi publicado no volume 170, número 2, de Fevereiro, 2016,  e pode ser acessado no link Association of the Type of Toy Used During Play With the Quantity and Quality of Parent-Infant Communication, no site do JAMA Pediatrics.

Balão-Para-Saber-MaisLeia em Escolher os livros: um momento de prazer; Dicas para planejar e preparar Cantos de Atividades Diversificadas; Atividades para bebês: aprendizados com Jogos Heurísticos e Cestos de Tesouros; O que precisamos dar para as crianças brincarem?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *