CEI Barra Manteiga: Natureza na rotina de passeios no parque

A maioria das instituições de educação não dispõe de parques verdes e arborizados em suas instalações. Como promover o contato das crianças com a Natureza? O CEI Barra Manteiga criou uma maneira de incluir essa vivência em sua rotina.

Crianças aprendem a todo o momento. Quando pequenas, as interações e as brincadeiras são os principais mediadores das suas  aprendizagens. A Natureza atrai, instiga e provoca o interesse dos pequenos que pesquisam seus elementos com grande interesse. Sol, ar puro, água, pedras, terra, plantas, galhos, folhas, raízes, insetos, aves… como promover o encontro das crianças com esse ambiente? O CEI Barra Manteiga, SP, criou uma solução para levar seus pequenos quinzenalmente a um parque com Natureza de verdade.

Parque Anhanguera

Experimentar a Natureza é mais do que importante para a formação dos pequenos.  É fundamental, tanto do ponto de vista do desenvolvimento físico como para a saúde mental e a construção de conhecimento.

Áreas externas com jardins e ambientes arborizados é um privilégio raro, que poucas instituições possuem. Não é diferente com o espaço do CEI Barra Manteiga, instalado numa casa adaptada, sua área externa não comporta áreas verdes. Mas este contratempo não impediu a instituição de proporcionar para suas crianças o contato com a natureza. Criaram uma solução interessante que hoje faz parte da rotina da equipe.

A diretora Renata Mora percebeu que as famílias das crianças da creche dedicavam poucas horas por semana ao lazer em família, e as atividades escolhidas geralmente envolviam a TV e os cultos religiosos.

A instituição e a sua comunidade ficam próximas do segundo maior parque de São Paulo, o Parque Anhanguera, em Perus, e, apesar disso, as famílias desconheciam o local.

chegada no Parque AnhangueraNo Projeto Político Pedagógico da Barra Manteiga o contato das crianças com a Natureza é uma das prerrogativas de Educação. Para atendê-la e contaminar as famílias com uma proposta de lazer saudável, a equipe planejou passeios quinzenais de todas as turmas alternadamente ao Parque Anhanguera.

Como chegar até lá?

O jeito foi fazer uma parceria com os perueiros, que, em seus horários livres, podem transportar os grupos para o parque.

 

A Proposta

→ Faixa etária: 8 meses a 4 anos

→ Tempo – 1 hora e meia incluindo o tempo do transporte e a permanência no local

→ Espaço: Parque Anhanguera – quiosque, quadras, trilhas e playground com brinquedos

→ Equipe: dois professores do grupo, a diretora e o professor volante.

→ Materiais

  • de Infraestrutura: kit de primeiros socorros, papel higiênico, toalha de rosto, fraldas, lenços umedecidos, caixa térmica com água e gelo
  • Brinquedos e materiais para as propostas: água, bolinhas, pás e potes: embalagens de iogurte, garrafas pet, latas e copos plásticos.

brincadeira com potinhosConquistas das crianças

→ Descobertas da Natureza:

  • Relação íntima e inteira com o ambiente natural
  • Cuidado e respeito com o ambiente
  • Terra, areia e barro
  • Árvores com seus galhos, folhas e raízes
  • Trilhas
  • Peixes e insetos

→ Descobertas do corpo:

  • Correr
  • Pular
  • Subir e descer escadas e brinquedos do parque
  • Escorregar
  • Balançar
  • Movimentos com areia, terra e água: encher, esvaziar, transferir, transportar

descobrindo a terra no parque→ Descobertas da autonomia:

  • Experiência de passear em espaço aberto
  • Aprender sobre o novo ambiente e se localizar
  • Compreender e respeitar os limites

→ Descobertas de interação

  • Perceber o grupo e interagir com os colegas
  • Interagir com os adultos

→ Descobertas das famílias

Todos os pais foram convidados a acompanhar as crianças. No início alguns aceitaram o convite e outros ficaram receosos com a proposta. Aos poucos, as próprias crianças e os pais que participaram, satisfeitos e entusiasmados, foram compartilhando as experiências positivas e contamiando toda a comunidade do CEI.

Brincadeira no parquinho 2

Avaliação

No processo de auto-avaliação deste ano, essa experiência foi espontaneamente citada como benéfica e positiva pelas famílias e funcionários.

Brincadeira no parquinho

Para Gisela Wajskop, a brincadeira das crianças muda conforme os espaços e os companheiros. Além disso, os espaços criam desafios diferentes pelo tipo de objetos que elas encontram pela frente: subir em uma árvore é bastante diferente do que subir em uma sequência de bancos organizada pelo adulto. Nesses casos, os tipos de riscos já foram até antecipados e previstos, diferentemente das aventuras amplas que a Natureza propõe, com seus ambientes que favorecem a pesquisa e investigação. (leia mais sobre a conversa com Gisela na postagem Brincar, uma linguagem que desenvolve)

O CEI Barra Manteiga compreendeu o contexto do seu entorno e as demandas para uma educação mais adequada às crianças. Adaptou e criou condições para oferecer propostas enriquecedoras e transbordou seus ensinamentos para toda a comunidade. É uma ideia para inspirar!

logo JPDEquipe participante do projeto:
Professoras:  Marcela, Rosimeire, Rosana, Francine, Roberta, Leila, Keli, Rafaela, Mariane e Natália.
Diretora: Renata Moura

Coordenadora: Erika
O CEI Barra Manteiga pertence ao Instituto Nacional JPD, localizado no Bairro de Perus, São Paulo

♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦

Balão-Para-Saber-MaisLeia mais sobre passear com as crianças e a importância do contato com a Natureza nas postagens:

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *