História: Mordida não, Napoleão!

Baixe o livro infantil MORDIDA NÃO, NAPOLEÃO!, do Tempo de Creche, para trabalhar a questão da mordida nas rodas de história.

Depois de procurar e não encontrar, escrevemos um pequeno livro digital de história infantil com a temática da MORDIDA. O livro com enredo da Joyce M. Rosset, foi deliciosamente ilustrado por Pietro Nicolodi.

Nesta época do ano as mordidas estão em pleno vapor! Trabalhar essa questão com as crianças exige paciência e dedicação. O educador precisa aperfeiçoar a escuta,  manter o radar ligado e ensinar aos pequenos alternativas para expressar as suas frustrações. Conversar com o grupo sobre esse tema também ajuda. As histórias contadas nas rodas são um bom disparador para colocar todos, mordedores e mordidos, na conversa. 

Livro Mordida Não Napoleão (clique no título para baixar o PDF) fala de um menino que descobre a própria boca. Ao ser mordido pelo seu cachorro pequenino, percebe que a boca pode também machucar. A história sugere paradas ao longo do enredo com perguntas que colocam a turminha para pensar e falar.

Você pode imprimir as imagens, montar o livrinho e ler para as crianças. Também pode imprimir versões menores para deixar à disposição dos pequenos nos cantos de leitura. Desse modo, a história e o contexto passarão a fazer parte do acervo intelectual da turma.

Bom proveito!

capa 1 livro Mordida não Naoleão

 

página 1 livro Mordida não Naoleão

página 2 livro Mordida não Naoleão

página 3 livro Mordida não Naoleão

página 4 livro Mordida não Naoleão

página 5 livro Mordida não Naoleão

página 6 livro Mordida não Naoleão

página 7 livro Mordida não Naoleão

página 8 livro Mordida não Naoleão

contra-capa 2 livro Mordida não Naoleão

 ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦

PARA SABER MAIS

Aprofundamos a questão da mordida na creche nas postagens:

3 pensamentos em “História: Mordida não, Napoleão!”

  1. Maravilhosa a ideia de fazer um livro sobre o tema, pois todo inicio de ano temos problemas com pais por conta de mordidas.Temos usado alguns textos para o trabalho com as famílias. Entretanto sentíamos falta de um material bacana pra usar com as crianças. Obrigada pela ajuda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *