Dedoche: uma experiência de expressão e relação

As brincadeiras já estão mais do que conhecidas? Que tal inovar trabalhando expressão, identidade, relações e faz de conta com dedoches pintados nos dedos?

O final do ano já se avizinha! As brincadeiras já estão mais do que conhecidas? Que tal inovar, trabalhando expressão, identidade, relações e faz de conta com dedoches pintados nos dedos?

A nova estação traz mudança de espírito… Com a passagem da primavera para o verão, o sol brilha cada vez mais forte, e as crianças estão cheias de energia e curiosidade. Essa disposição também contamina os educadores, que procuram novidades para introduzir e ampliar as possibilidades de brincadeiras.

Dedoche

A linguagem das crianças é o brincar…
O desenvolvimento da capacidade de se relacionar depende, entre outras coisas, de oportunidades de interação com crianças da mesma idade, com as de idades diferentes e em diversas circunstâncias. Pensar em situações que facilitem as oportunidades de interação demanda planejamento. Continue lendo “Dedoche: uma experiência de expressão e relação”

Para que a brincadeira continue!

A organização das brincadeiras, novas ou já conhecidas é o ponto de parida para receber as crianças que estavam de férias! Compreender a importância do brincar para a criança é fundamental e deve ser o foco da equipe.

… O mês de agosto está chegando! O mês de agosto chegou! Agosto … mês bem disposto!

É o início das atividades do segundo semestre e … para que a brincadeira continue veja as sugestões!

E a organização das brincadeiras, novas ou já conhecidas é o ponto de parida para receber as crianças que estavam fora, de férias. Compreender a importância do brincar para a criança é  fundamental e deve ser o foco da equipe!

Ampliando a postagem anterior Espírito de férias na brincadeira  selecionamos várias  propostas para que a brincadeira continue e a diversão não termine!

contato-tempo-de-crechePista com pneus e bambolês

Quais os movimentos que as crianças mais gostam de fazer? Quais os mais difíceis?

Angela h

Por meio de pistas ou circuitos com obstáculos como –  túnel de tecido, degraus de bancos, bambolês, pneus, cabanas montadas com tatames, proporcionamos às crianças o desenvolvimento e as ampliações gradativa de sua movimentação como o agachar, engatinhar, correr, subir, pular, girar, andar em diferentes planos (no alto, em baixo…) e, assim, desenvolver maior segurança  na movimentação cotidiana. Continue lendo “Para que a brincadeira continue!”

O que a criança faz a cada etapa do desenvolvimento

Sabemos que cada criança e sua historia são únicas. Deste modo, as tabelas publicadas a seguir apresentam apenas de modo geral um resumo do que a crianças é capaz de fazer a cada etapa do desenvolvimento.

Entender como o mundo funciona!
É o que mobiliza toda criança, desde o dia em que nasce. Por isso são curiosas e, para isso, estão determinadas!
 
 
Experimentando
 
  

Movimento 1Por meio da brincadeira, utilizando todas as ferramentas que estiverem a sua disposição, é que elas observam, exploram, manipulam, organizam e experimentam sentimentos, situações e objetos.

Sabemos que cada criança e sua historia são únicas. Deste modo, as tabelas publicadas a seguir apresentam apenas de modo geral um resumo do que a crianças é capaz de fazer a cada etapa do desenvolvimento. Lembramos que suas peculiaridades e interesses devem ser respeitados. É nas situações de brincadeira, encaradas como muito mais que apenas diversão, que os adultos (pais e professores) encontram uma das formas mais importantes de estimular seu desenvolvimento e participar de suas descobertas e construir conhecimentos.

Um cuidado especial deve ser dado ao ambiente!

Sua organização e os materiais oferecidos devem ser seguros para que a criança possa explorar com liberdade, observar e, assim, permitir que realize suas conquistas por conta própria, seguindo suas preferências, favorecendo sua autonomia. Continue lendo “O que a criança faz a cada etapa do desenvolvimento”

A descoberta do vento – parte 2

2a. parte da proposta de descoberta do vento apresentamos uma construção de cortina de canudinhos e algumas obras de arte que também brincam com o fenômeno. Mergulhe nessa pesquisa com a sua turma!

imagens atividade Vento cortina de canudos

Que tal estender a pesquisa do Vento, iniciada com as propostas do post A descoberta do vento – parte 1, para crianças a partir de 1 ano, e propor para os maiorzinhos (a partir de 2 anos) a confecção de uma cortina de canudinhos muito interessante? Continue lendo “A descoberta do vento – parte 2”

Dia dos Pais: aquele abraço! – lembrança e planejamento de atividades

Para os Pais: aquele abraço!
Uma simples tira de papel decorada e as mãozinhas das crianças são a representação desse gesto de amor. Veja a sugestão de planejamento de atividade selecionado pelo Tempo de Creche.

O abraço faz parte do repertório infantil desde muito cedo. O bebê sente o amparo carinhoso do abraço dos pais no colo e, conforme vai se desenvolvendo e aprendendo os limites do próprio corpo, passa a expressar seus sentimentos dessa forma também. É comum perceber os abraços acalorados entre as crianças da sala, que ora se agarram com contentamento, ora querendo prender aquele amigo querido. imagem atividade Dia dos Pais

Comemorações especiais relativas à família devem contar com sutilezas e olhar atento dos educadores. Muitas crianças não convivem com a mãe, o pais, avós, irmãos e outros parentes. Perceber os diferentes desenhos familiares é importante para conduzir as comemorações de modo a incluir todos os pequenos. Continue lendo “Dia dos Pais: aquele abraço! – lembrança e planejamento de atividades”