Um acervo de ideias para reinventar o Desenho

Como podemos variar os desafios do Desenho? Que tal ampliar seu repertório de possibilidades e aprender a fazer giz de lousa gigante e tintas congeladas

Para as crianças, o desenho é brincadeira, desafio e prazer com os próprios movimentos. Mais tarde, as marcas também são valorizadas.
Para que essa brincadeira continue e seja ampliada é preciso desenhar sempre e, em especial, pensar em alargar os desafios.

 O que interfere no desenho e o que pode variar os desafios?

desenho 3Para a neurocientista mineira Leonor Bezerra, o cérebro das crianças está no início do seu desenvolvimento. Nesse momento é ideal provocar diversas áreas cerebrais com estímulos multissensoriais, isso é, que obriguem a criança a sentir e usar vários órgãos dos sentidos ao mesmo tempo. Assim, o ato de desenhar, que já se mostrou importantíssimo para favorecer a expressividade e as narrativas, também ganha pontos com os estímulos motores e proprioceptivos* associados às emoções e sensações. Quando propomos desafios mais amplos para os pequenos, bombardeamos [no bom sentido] diferentes áreas cerebrais ao mesmo tempo. O resultado disso é conexões nervosas mais abrangentes e complexas. E isso é provocar desenvolvimento, porque aprender é assumir novos comportamentos e atitudes. Continue lendo “Um acervo de ideias para reinventar o Desenho”

Crianças pequenas entendem o que é Projeto?

Chamamos as atividades ligadas a uma temática comum de “Projeto”. Será que são mesmo projetos? As crianças compreendem esse conceito?

Temos o hábito de nomear “projeto” as atividades ligadas a uma temática comum como, por exemplo, Projeto Teatro de Sombras, Projeto das Cores, Projeto Construindo Cidades, Projeto Horta, Projeto Bumba meu boi etc.. Mas…
…será que são mesmo “projetos”?

desenho de foguete

Balão-na-PráticaRefletindo a partir da prática, vamos imaginar que um grupo de crianças se interessa pela Lua (por meio de uma história, um filme, uma conversa na roda, a Lua que se mostra no céu do dia etc.). O professor percebe, registra e planeja intervenções para ampliar descobertas:

Balão-Dúvida-pOnde fica a Lua? Perto, longe …
Como ela é? Qual a sua cor?
O que tem lá? Continue lendo “Crianças pequenas entendem o que é Projeto?”

Para que a brincadeira continue!

A organização das brincadeiras, novas ou já conhecidas é o ponto de parida para receber as crianças que estavam de férias! Compreender a importância do brincar para a criança é fundamental e deve ser o foco da equipe.

… O mês de agosto está chegando! O mês de agosto chegou! Agosto … mês bem disposto!

É o início das atividades do segundo semestre e … para que a brincadeira continue veja as sugestões!

E a organização das brincadeiras, novas ou já conhecidas é o ponto de parida para receber as crianças que estavam fora, de férias. Compreender a importância do brincar para a criança é  fundamental e deve ser o foco da equipe!

Ampliando a postagem anterior Espírito de férias na brincadeira  selecionamos várias  propostas para que a brincadeira continue e a diversão não termine!

contato-tempo-de-crechePista com pneus e bambolês

Quais os movimentos que as crianças mais gostam de fazer? Quais os mais difíceis?

Angela h

Por meio de pistas ou circuitos com obstáculos como –  túnel de tecido, degraus de bancos, bambolês, pneus, cabanas montadas com tatames, proporcionamos às crianças o desenvolvimento e as ampliações gradativa de sua movimentação como o agachar, engatinhar, correr, subir, pular, girar, andar em diferentes planos (no alto, em baixo…) e, assim, desenvolver maior segurança  na movimentação cotidiana. Continue lendo “Para que a brincadeira continue!”

Espírito de férias na brincadeira

Que tal estender o espírito de féria? Mudar o ritmo e as atividades envolve as crianças na aventura e e enriquece as pesquisas. Selecionamos 7 dicas para aproveitar.

Os meses de férias têm uma atmosfera diferente. Sentimos no ar uma mudança no espírito. Parece que o sol brilha mais (mesmo nos dias de chuva e frio!) e a vontade de brincar e alterar a rotina é grande. Essa disposição contamina os pequenos e continua nos primeiros dias do retorno à creche.

Transformar a rotina numa gostosa aventura de férias traz alegria e compensa um pouco a falta de férias das crianças cujos pais trabalham.

Como o número de crianças ainda é reduzido e as faixas etárias diversas, o planejamento pode ser mais brincante e recreativo. Propostas como piqueniques, pequenos passeios no entorno e o uso de materiais e técnicas mais adequadas a pequenos grupos são ideias interessantes. Vale, também, proporcionar atividades sem tempo rígido para terminar, escolhendo aquela que as crianças mais gostam…

Então, está pensando algo diferente para fazer com as crianças durante o mês de julho?

A mudança nas atividades rotineiras envolve as crianças numa aventura e enriquece as pesquisas e as relações. Por que não prolongar essa sensação por mais um tempo e “avançar” em agosto?

As dicas propostas procuram se nutrir da iniciativa e curiosidade infantil. Deste modo, brincar de faz de conta – de casinha, de ir ao supermercado ou a uma festa; colecionar objetos e separá-los em caixas; contar histórias, ouvir poemas etc. traduzem esse interesse.

Experimente! Continue lendo “Espírito de férias na brincadeira”

Atividade: a arte da arquitetura para crianças

Arquitetura é a arte de pensar os espaços em que vivemos e faz parte do desenvolvimento das crianças construir sua ocupação. Postamos uma atividade que tem tudo a ver com isso!

Atividade Ser Humano bonecos

Arquitetura é para todos, inclusive para crianças!

E por quê podemos pensar em arquitetura para crianças? Porque arquitetura é a arte de pensar os espaços em que vivemos. Porque faz parte do desenvolvimento das crianças construir sua ocupação nos espaços, nos tempos e nas relações. E os ambientes tem tudo a ver com isso!

Captura de Tela 2014-11-06 às 21.26.49Nesse sentido, Amag!, uma revista virtual de arquitetura para crianças, realizada por arquitetos-artistas de vários países, apresenta artigos e propostas lúdicas para que crianças experimentem, investiguem e se relacionem com esta arte que nos cerca, nos abriga e nos envolve.

Tempo de Creche conheceu o site e a iniciativa e destacou uma atividade que vai cativar e favorecer muitas pesquisas e descobertas. Continue lendo “Atividade: a arte da arquitetura para crianças”

Organização de propostas: garantia de brincadeira e aprendizado

Educação Infantil: planos e propostas. Coo fazer planejamento de atividades com conteúdos que despertam e estimulam a criança.

Balão Dúvida pComo ser educador em meio à cena pulsante de crianças vivas e curiosas que seguem seus desejos para apreender o mundo? Como elaborar planos e propostas na educação Infantil?

texto Planos e propostas

Segundo Madalena Freire, ensinamos e aprendemos a partir do que sabemos, do que tem significado para nós. Os conteúdos que despertam e estimulam, tem que ter sentido para nós e para as crianças nesse jogo de ensino-aprendizagem. Nessa jornada, o educador da Educação Infantil, faz a mediação:

Continue lendo “Organização de propostas: garantia de brincadeira e aprendizado”

História: O coelhinho distraído

As crianças estão interessadas em animais?
Colocamos uma história que pode ser narrada para os bem pequenos. Além do enredo, selecionamos imagens inspiradoras de animais da fauna brasileira que podem ser imprimidas e ampliar a pesquisa das crianças.

historia Coelhinho distraido - abertura

historia Coelhinho distraido - Melzinho

Esta é a história de Melzinho, o coelhinho distraído.

Nos campos cheios de flores e cheiros deliciosos de uma floresta, um coelhinho pequenino e muito simpático, chamado Melzinho, vivia com os seus irmãos. Todos gostavam dele, mas ele tinha um defeito… Continue lendo “História: O coelhinho distraído”

Cultura da Festa Junina numa experiência de cores

A origem da Festa Junina está ligada ao período da colheita dos alimentos nos campos de cultivo de todo o mundo. Neste post vamos abordar um pouco das origens desse festejo especial para a cultura infantil, e sugerir uma atividade cheia de cores para contribuir com a decoração do evento.

Atividade arco íris festa junina

A origem da Festa Junina está ligada ao período da colheita dos alimentos nos campos de cultivo de todo o mundo. O solstício de inverno, ou o dia com a noite mais longa dos países do hemisfério Sul, determinou uma festa noturna e ao redor das fogueiras por conta do frio e do cozimento dos alimentos colhidos. Continue lendo “Cultura da Festa Junina numa experiência de cores”

Que tal pensar em propostas flexíveis?

Pergunte para um pai se seu filho é igual a outra criança! Prontamente ele responderá: meu filho é único! Não se parece nem com o irmão! E não estamos falando só da aparência!
E por que algumas instituições de Educação Infantil tendem a tratar suas crianças como iguais, padronizadas?

Pergunte para um pai se seu filho é igual a outra criança! Prontamente ele responderá: meu filho é único! Não se parece nem com o irmão!
E não estamos falando só da aparência!
E por que algumas instituições de Educação Infantil tendem a tratar suas crianças como iguais, padronizadas?
 

Criança: um indivíduo

Percebemos que temos uma tendência de atividades propostas tão fechadas e amarradas que esperamos que a nossa turma se comporte de forma homogênea. Alias, prevemos isso. Aí, como diz a educadora Rosa Batista, se espera que a criança comporte-se como aluno: aluno obediente, aluno ordeiro, aluno disciplinado, entre outras. Continue lendo “Que tal pensar em propostas flexíveis?”

História – A menina e o sapo

Uma historia/poema simples e linda de Márcia Paganini Cavéquia, publicada no site da Revista Escola, que indicamos para crianças a partir de 1 ano.

Uma historia/poema A menina e o sapo, simples e linda de Márcia Paganini Cavéquia, publicada no site da Revista Escolaque indicamos para crianças a partir de 1 ano, com possibilidade de trabalhar aprendizagem dos movimentos. Veja como no nosso post Aprendizagem dos movimentos

imagem a menina e o sapoNina, menina airosa, formosa como ela só. 
Bonito era ver Nina correr. 
Ora corria rápido, feito tufão, ora devagar, parecendo brisa.  Continue lendo “História – A menina e o sapo”