Olhar do professor: 12 escalas do brincar

Dá para classificar as brincadeiras infantis? 12 escalas do Brincar podem ajudar o professor a acompanhar as brincadeiras e suas aprendizagens.

brincando com pneusDá para classificar as brincadeiras infantis?
Brincar de mexer. Brincar de pular. Brincar de dançar. Brincar de desenhar. Brincar de comer. Brincar de construir. Brincar de casinha. Brincar de carrinho. Brincar de jogar. Brincar de rir… brincar de brincar.

Os brincares são intensos, variados, criativos e evoluem à medida que são brincados. Essa é a grande matéria prima da infância. Criança é feliz quando brinca e exercita as relações. Assim, esse estado de graça faz com que aconteçam aprendizagens e desenvolvimento.

Continue lendo “Olhar do professor: 12 escalas do brincar”

Brincar, uma linguagem que desenvolve

Tempo de Creche conversou com Gisela Wajskop sobre a cultura e as possibilidades do brincar, as conquistas na interação com os adultos e com outras crianças.

Tempo de Creche conversou com Gisela Wajskop sobre a cultura e as possibilidades do brincar, as conquistas na interação com os adultos e com outras crianças.

gisela 2

Tempo de Creche – Como você vê o brincar na infância?

Gisela – A linguagem própria da infância é a brincadeira da criança. No meu entender essa linguagem só pode ser compreendida e valorizada na medida em que a criança vai ganhando espaço e autonomia nas relações sociais. A criança na interação com seus pares e nas atvidades experimentais, busca compreender a vida dos adultos. Nessa medida, a linguagem do brincar ajuda as crianças a compreenderem os valores, atitudes, afetos e comportamentos dos adultos quando se colocam no lugar deles, utilizando objetos, gestos, movimentos ou ações lúdicas substitutas que os representam. Continue lendo “Brincar, uma linguagem que desenvolve”