Lançamento: “Povos Indígenas no Brasil Mirim”

Com o sugestivo nome: “Povos Indígenas no Brasil Mirim”, o Instituto Socioambiental publicou um livro dedicado a todas as crianças sobre alguns dos 248 povos indígenas que vivem atualmente no Brasil.

Com o sugestivo nome: “Povos Indígenas no Brasil Mirim”, o Instituto Socioambiental publicou um livro dedicado a todas as crianças sobre alguns dos 248 povos indígenas que vivem atualmente no Brasil. Com informações detalhadas a publicação vem enriquecer o conhecimento, despertar e aproximar nossas crianças de uma realidade importante e ainda tão desconhecida. O livro apresenta ilustrações e fotografias de diferentes povos indígenas, além de textos em linguagem acessível.

livro Povos Indígenas no Brasil Mirim

Muitos dos hábitos, palavra e alimentos que hoje fazem parte do dia a dia de todos nós tem sua origem nas culturas indígenas. O que sabemos das tradições culturais destas comunidades?

O que pode ser desenvolvido com o tema? Como aproveitar as possibilidades?

O importante é se preparar: pesquisar e aprofundar seu conhecimento nos diferentes aspectos: cultura e hábitos, alimentos e moradia, locais em que vivem, brinquedos e brincadeiras etc..

Balão-Para-Saber-Mais

Instituto Socioambiental

  • http://www.socioambiental.org/pt-br
  • https://www.facebook.com/institutosocioambiental/?fref=ts

Que aprofundar a pesquisa, acesse nossas postagens:

Pode pesquisar mais em:

  • Daniel Munduruku – É um escritor e professor brasileiro. Pertence à etnia indígena mundurucu. Histórias de Índio é um de seus livros.
    http://www.danielmunduruku.com.br/
  • Netuno Borun Krekmun – tem um blog e notícias atualizadas
    http://blog-do-netuno.blogspot.com.br/2010/09/pinturas-indigenas-e-seus-significados.html
  • Museu do Índio – um museu de saberes e de rituais
    http://www.museudoindio.gov.br/

Base Nacional Comum e o pensamento matemático – parte 2

A criança interfere nos espaços? Ela mede o tempo? Percebe os fenômenos naturais? Como a Base Nacional Comum aborda o pensamento matemático dos pequenos?

Como a criança interfere e se apropria dos espaços? É possível trabalhar o tempo? As quantidades? E os fenômenos naturais? Como a Base Nacional Comum Curricular aborda o pensamento matemático nas crianças pequenas?

Começando a conhecer o mundo, os bebês e as crianças pequenas iniciam e criam as primeiras aproximações com ele: observam, mexem, jogam, mordem, interagem, investigam…

Post 2 Angela 1

O texto provisório do documento da Base Nacional Comum Curricular também aborda propostas para provocar e desenvolver o campo de Experiências Espaços, Tempos, Quantidades, Relações e Transformações em cada eixo de objetivos:
Conviver,
Brincar,
Explorar,
Participar,
Comunicar,
Conhecer-se

Continue lendo “Base Nacional Comum e o pensamento matemático – parte 2”

Como é a matemática na Base Nacional Comum

Como é a matemática na Base Nacional Comum? As crianças brincam em qualquer lugar e principalmente nas creches, assim descobrem possibilidades e pensam hipóteses para explicar o que não entendem.

Matemática na Base Nacional Comum? Crianças brincam, descobrem possibilidades e pensam hipóteses para explicar o que não entendem, em qualquer lugar e nas creches.

Gosto de observar crianças na rua. E você?
Gosto de olhar as descobertas que fazem quando catam alguma coisa no chão ou sobem nos canteiros e muretas, propondo desafios corporais ao andar, recolher pedrinhas, colecionar folhas…

Angela 1

Nas casas, na rua, e principalmente nas creches, as crianças brincam, descobrem possibilidades, pensam hipóteses para explicar o que não entendem.

As crianças são curiosas e buscam compreender: Continue lendo “Como é a matemática na Base Nacional Comum”

Para que a brincadeira continue!

A organização das brincadeiras, novas ou já conhecidas é o ponto de parida para receber as crianças que estavam de férias! Compreender a importância do brincar para a criança é fundamental e deve ser o foco da equipe.

… O mês de agosto está chegando! O mês de agosto chegou! Agosto … mês bem disposto!

É o início das atividades do segundo semestre e … para que a brincadeira continue veja as sugestões!

E a organização das brincadeiras, novas ou já conhecidas é o ponto de parida para receber as crianças que estavam fora, de férias. Compreender a importância do brincar para a criança é  fundamental e deve ser o foco da equipe!

Ampliando a postagem anterior Espírito de férias na brincadeira  selecionamos várias  propostas para que a brincadeira continue e a diversão não termine!

contato-tempo-de-crechePista com pneus e bambolês

Quais os movimentos que as crianças mais gostam de fazer? Quais os mais difíceis?

Angela h

Por meio de pistas ou circuitos com obstáculos como –  túnel de tecido, degraus de bancos, bambolês, pneus, cabanas montadas com tatames, proporcionamos às crianças o desenvolvimento e as ampliações gradativa de sua movimentação como o agachar, engatinhar, correr, subir, pular, girar, andar em diferentes planos (no alto, em baixo…) e, assim, desenvolver maior segurança  na movimentação cotidiana. Continue lendo “Para que a brincadeira continue!”

História: Caramelo, o caramujo

Os insetos são o assunto do dia?
Colocamos uma história que pode ser narrada para os bem pequenos. Além do enredo, selecionamos imagens inspiradoras de insetos-personagens que podem ser imprimidas e ampliar a pesquisa das crianças.

história caramelo o caramujo Leia Caramelo, o caramujo*. Era uma vez um caramujo que se chamava Caramelo.
Um dia, enquanto passeava calmamente pelo campo, encontrou flores lindas e algumas borboletas voando com as asas lindas e coloridas. O caramujo Caramelo pensou como seria bom se tivesse aquelas cores tão brilhantes na sua carapaça. Continue lendo “História: Caramelo, o caramujo”

Pincéis da natureza: uma proposta de experimentação

Talvez as crianças estejam percebendo as folhas, galhos e outros elementos da natureza pelo caminho. O Tempo de Creche selecionou uma proposta que agrega estes elementos à experimentação de cores, texturas, descobertas, vivências artísticas e muita brincadeira.

atividade pinceis de outono

Pincéis de Outono: experimentando texturas, formas e cores

O outono está aí e talvez as crianças estejam percebendo que as folhas pelo caminho estão aumentando. O Tempo de Creche selecionou uma proposta que agrega elementos da natureza à experimentação de cores, texturas, descobertas e muita brincadeira. Continue lendo “Pincéis da natureza: uma proposta de experimentação”